Isidório quer transformar Salvador na “Capital da Escola” e resolver déficit de creches na cidade

Circula pela internet o vídeo protagonizado pelo candidato Pastor Sargento Isidório, da coligação “Vamos Cuidar de Gente” (AVANTE, PSD, PMB), em que ele canta a canção do “homenzinho torto”. Uma singela homenagem lúdica às crianças de Salvador, da Bahia e do Brasil pela passagem do Dia das Crianças, celebrado nesta segunda (12).

Sobre o vídeo Isidório alega que faz parte do seu jeito divertido de passar as mensagens ao público. “Sou brincalhão e lúdico com as crianças mesmo e é essa conexão sincera com os pequenos que vai fazer com Eleusa e eu façamos mais por nossas pedras preciosas de Salvador”, diz o pastor, citando a candidata a vice-prefeita, Eleusa Coronel.

“Verdade seja dita: é nosso dever fazê-los sorrir, mostrar como eles são amados e importantes em nossas vidas hoje e sempre. Por isso, consta em nosso plano de governo o Programa ESCOLA DO FUTURO, cuja meta central é transformar Salvador na Capital da Escola e, portanto, diminuir substancialmente o déficit em creches, pré-escola e no ensino fundamental”, diz o Deputado Federal que pela 2ª vez disputa a cadeira do Palácio Tomé de Souza.

“Acredito de todo meu coração que é a infância a melhor fase da vida, logo, se torna nosso dever cidadão, humanitário gerar nos pequenos, memórias de felicidade e de alegria. E portanto, fazer mais e melhor pelo futuro de Salvador buscando parcerias público-privados e zelando por cada centavo do dinheiro público dos contribuintes.

Segundo Isidório, o cenário das creches na capital baiana não é nada bom. “A Prefeitura só alcança 31% das crianças que necessitam de vagas na cidade”, afirma o candidato que alega que, “muitos soteropolitanos não sabem, mas quase 70% das famílias com filhos na idade de até 4 a 5 anos de idade precisam pagar por uma creche particular em Salvador. Isso além de cruel, suga parte considerável da renda dessas famílias”. Isidório explica que essa realidade precisa mudar, pois as mães precisam trabalhar, estudar e as crianças precisam ser estimuladas por profissionais como pedagogos, psicólogos como mandam os melhores protocolos de educação da atualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *