Ativista LGBT Vida Bruno morre em Salvador

Morreu nesta terça-feira, 6, o historiador e coordenador de Políticas e Promoção da Cidadania LGBTI+ da Prefeitura de Salvador, Vida Bruno. Segundo informações do Grupo Gay da Bahia (GGB), ele ficou dois meses internado na UTI do Hospital Teresa de Lisieux, no entanto, a causa da morte não foi divulgada pela família.

Em novembro do ano passado, Vida Bruno disse ter sido agredido com pancadas na cabeça e em diversas partes do corpo em bar e restaurante no Campo Grande, em Salvador. Na época, a Polícia Civil informou que a agressão não foi comprovada durante as investigações.

Em nota, a Prefeitura de Salvador lamentou a morte do historiador e se solidarizou com a família. Homem trans, Vida Bruno exerceu ativamente a luta pelos direitos humanos, sendo um dos fundadores do Centro de Referência LGBT, vinculado à Secretaria Municipal da Reparação (Semur). Ele ocupava a coordenação do serviço desde o início das atividades, em 2016.

“Bruno foi, ainda, um dos principais colaboradores municipais na elaboração de políticas públicas para a população LGBTI+ na capital baiana”, afirmou o órgão.

<!– Pontamedia Comments Tag //

var BCCommentsOptions = { ‘lang’: ‘pt’, ‘height’:”, ‘width’:’90%’, ‘socialSharing’:true, ‘showCaptcha’:true, ‘theme’:’default’, ‘mdrt’:’e41b481b74414a69c42b8215885bebc2′ };

comentários

<!–

window._taboola = window._taboola || []; _taboola.push({ mode: ‘thumbnails-a’, container: ‘taboola-below-article-thumbnails’, placement: ‘Below Article Thumbnails’, target_type: ‘mix’ });
–>
<!–

window._taboola = window._taboola || []; _taboola.push({ mode: ‘thumbnails-b’, container: ‘taboola-below-article-thumbnails’, placement: ‘Below Article Thumbnails’, target_type: ‘mix’ });
–> Fonte: A Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *