Bandidos são baleados em tentativa de assalto no Caminho das Árvores

Bandidos aproveitaram um rotineiro engarrafamento no Caminho das Árvores, em uma região próxima ao Salvador Shopping, e tentaram roubar pertences de motoristas que estavam presos no trânsito no início da noite desta quarta-feira, 13. Entretanto, eles foram surpreendidos por policias, que dispararam contra os meliantes.

A situação que aconteceu na região próxima à passarela que liga o centro de compras ao Hospital Sarah, causou pânico e correria entre os transeuntes que estavam próximos ao local. Um destes foi o jornalista Alexandre Galvão, que estava caminhando com o cachorro e o namorado.

Ele conversou com o Portal A TARDE e revelou que, como os assaltos são frequentes, saiu de casa sem celular e com o intuito de não demorar. Entretanto, esteve por tempo suficiente para presenciar a situação.

“Vi que estava engarrafado, mas falei ao meu namorado que seria rápido, a gente vai, volta e sobe logo. Estávamos próximos ao estacionamento do CEO. Daí, ouvi uns quatro ou cinco tiros, peguei meu cachorro e saí correndo. Consegui ver os policiais atirando e correndo em uma direção específica”, disse Alexandre.

Ele conseguiu ver uma pessoa mancando que, segundo outras pessoas, tratava-se de um bandido que havia sido capturado. Enquanto isso, outros policiais entravam no estabelecimento, que estava fechando as portas para se proteger.

Segundo Alexandre, assaltos na região são comuns e vários vizinhos possuem experiências negativas. Reunião já foi realizada entre a Companhia Independente da Polícia Militar e o condomínio, mas nada foi resolvido. “Vi os policiais atirando, mas não vi se os bandidos atiraram de volta”.

Assaltos são frequentes também aos transeuntes que passam pelas passarelas, principalmente à noite, quando o local fica deserto, sem segurança e com ambiente favorável à delitos.

Populares relataram que a tentativa de assalto foi frustrada, um dos bandidos morreu e outro teria fugido. O Portal A TARDE pediu informações sobre a ocorrência às Polícias Civil e Militar e aguarda posicionamento.

<!– Pontamedia Comments Tag //

var BCCommentsOptions = { ‘lang’: ‘pt’, ‘height’:”, ‘width’:’90%’, ‘socialSharing’:true, ‘showCaptcha’:true, ‘theme’:’default’, ‘mdrt’:’e41b481b74414a69c42b8215885bebc2′ };

comentários

<!–

window._taboola = window._taboola || []; _taboola.push({ mode: ‘thumbnails-a’, container: ‘taboola-below-article-thumbnails’, placement: ‘Below Article Thumbnails’, target_type: ‘mix’ });
–>
<!–

window._taboola = window._taboola || []; _taboola.push({ mode: ‘thumbnails-b’, container: ‘taboola-below-article-thumbnails’, placement: ‘Below Article Thumbnails’, target_type: ‘mix’ });
–> Fonte: A Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *